domingo, 11 de julho de 2010

EMPURRANDO PEDRA

 Sísifo é um personagem da mitologia grega que amou a vida e menosprezou os deuses e a morte. Por tal insolência, foi condenado a realizar um trabalho sem esperança. Sua rebeldia poderia ter sido motivo de reverência por insurgir-se contra o espectro da morte e o poder dos deuses e, contudo, foi castigado por uma justiça duvidosa. Sísifo foi punido pelos deuses com a realização de um trabalho inútil por toda a eternidade: empurrar sem descanso uma enorme pedra até o alto de uma montanha, de onde ela rolaria encosta abaixo para que, em seguida, o absurdo herói mitológico descesse até o sopé e a empurrasse novamente até o alto... E, assim, indefinidamente, viveria ele executando uma repetição monótona por toda a eternidade. O inferno desse personagem é a trágica condenação de estar desempenhando algo que não dá frutos. Será que muitos de nós não seríamos "sísifos" também? Será que fazemos de nossa vida uma enorme pedra que rolamos ladeira abaixo e voltamos a erguer no dia seguinte, um paradoxo em que não há renovação ou prazer? Por acaso não estaríamos empenhados em um grande esforço, em uma grande luta, em um grande sacrifício que poderia estar nos levando a nada, como o condenado mitológico? Sísifo talvez pudesse alterar o contra-senso de dias, anos e séculos. Preso, no entanto, à mitologia, criado que fora para cumprir esta finalidade pedagógica, nada pode mudar. Ele prossegue no seu tormento para que possamos superar o nosso. Para o ser humano existe a possibilidade de modificar a rotina ilógica, de lançar longe o rochedo das misérias, do comodismo e do conformismo; deixar de repetir aquelas horas, dias e anos sem variação alguma para então construir uma vida melhor. Muitas pessoas desenvolvem todo tipo de enfermidade simplesmente porque seus dias são assim e não percebem... Vamos deixar que o rochedo role ladeira abaixo e que Sísifo prossiga como mito. Nós, que somos reais e cheios de vida, somos capazes de superar aquela seqüência rotineira, inútil e sem esperança, modificando a nossa vida, o nosso presente e o nosso futuro. Basta querermos. Se você se encaixa nessa situação, pode mudar as circunstâncias ou sua reação a elas. Acredite! "Tudo é possível ao que crê". (Mc. 9:23)

www.fotolog.terra.com.br/reflexoes_diarias

Nenhum comentário:

Postar um comentário