domingo, 14 de março de 2010

Tombamento da Imagem de Santa Rita de Cássia

Tombamento e Restauração da Imagem Santa Rita de Cássia da Cidade de Guarda-Mor/MG

1- Quando se deu o Tombamento da Imagem de Santa Rita de Cássia?

R - Por meio do decreto 083/2006 em conformidade com a Lei Municipal nº 708/98 no dia 15/12/2006.
2- O que quer dizer tombamento?

R - Tombamento é uma forma de proteger um bem cultural sendo ele móvel ou imóvel. Ele não pode ser destruído, mutilado ou sofrer nenhuma intervenção sem prévia intervenção do Conselho Municipal do Patrimônio Histórico Cultural
3- O que é tombamento móvel ou imóvel?

R- No nosso caso móvel é o Tombamento do casarão que fica na Fazenda Conceição de propriedade do Sr. José Fialho e tombamento imóvel é a imagem de Santa Rita de Cássia

4- Há no município formado o Conselho Municipal de Patrimônio Histórico Cultural?

R – Sim. Por meio do decreto de instituição 030 de 29 de abril de 1998.

5- Qual a importância do Tombamento da Imagem de Santa Rita de Cássia para o município de Guarda-Mor?

R - A imagem de Santa Rita dos Impossíveis é um bem cultural de valor inestimável para o nosso município. Do ponto de vista histórico basta lembrar que a Padroeira Santa Rita dos Impossíveis cedeu seu nome a Igreja Matriz e a própria Paróquia local. Em termos religiosos, podemos certamente dizer que a Imagem é fiel depositária de uma grande devoção popular observada na participação e envolvimento dos moradores locais durante a festa da Padroeira realizada anualmente no me de julho.

6- Quem trouxe a imagem de Santa Rita para o município?

R - Segundo entrevista concedida pelo Sr. Ivaí Pereira de Oliveira, na primeira metade do século XIX chegaria em Guarda-Mor procedente de Santana dos Patos, o Capitão Pedro Pereira Guimarães, ardente devoto de Santa Rita. Ele trazia consigo a imagem de Santa Rita dos Impossíveis, esculpida em madeira e policromada. Mudando se com sua esposa para Guarda-Mor Capitão Pedro então decidiu construir uma Capela para a Imagem de Santa Rita dos Impossíveis.

7 -O que é restauração?

R - A restauração é feita por especialista. No nosso caso ela foi feita pela restauradora Elayne Granado Lara formada em belas Artes pela UFMG. A imagem começou a ser restaurada no dia 12 de março e terminou no dia 23 de março sendo realizado todo o trabalho de restauração dentro da Casa Paroquial.

7- Quem proporcionou essa restauração da Imagem de Santa Rita?

R - Quem proporcionou a restauração foi a administração 2005 a 2008 que tem como objetivo valorizar, preservar e conservar os bens culturais da comunidade a fim de que se preserve o patrimônio cultural e reforce ao mesmo tempo os sentimentos de identidade cultural do nosso povo da nossa gente. Preservar para esta administração significa recurso e qualidade de vida.
8- O que vem a ser ICMS Cultural ?

R- EM 1995, UMA LEI VEIO AJUDAR OS MUNICÍPIOS A PRESERVAR O

PATRIMÔNIO...

Única em todo o país, a Lei n.º 13803 repassa recursos para os

municípios que preservam a sua memória e sua produção cultural. Ou seja: o município que possui lei de proteção, que possui um conselho municipal do patrimônio, que protege os bens culturais através do tombamento, que inventaria esse bens, que restaura e cuida recebe mais recursos para poder melhorar cada vez mais a sua qualidade de vida resguardando sua história , sua cultura e sua auto-estima.

Quando começamos este trabalho em 2005 a pontuação do ICMS Cultural do nosso município era de 0,6 pontos. Hoje diante de todo o trabalho e dedicação a pontuação do município é de 4,8 pontos maiores que muitos municípios mineiros históricos no Noroeste Mineiro, por exemplo, Paracatu considerada a maior cidade histórica do noroeste mineiro com 4,7 pontos e a cidade de Vazante com 2,85 pontos.

Todas essas confirmações estão no site do IEPHA – www.iepha.mg.gov.br

Reportagem – ano de 2008

Por: Rosângela Bianchi

Nenhum comentário:

Postar um comentário