segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

AÇÃO EM 2011


Muito se fala sobre ser feliz e o que fazer para atingir a felicidade. Mas não conseguimos ser mais felizes limitando-nos a ler livros ou assistindo palestras sobre felicidade, desenvolvimento pessoal ou mudança.

Palavras sobre incentivo, motivação, desenvolvimento, otimismo e esperança, nada disto é útil a não ser que façamos alguma coisa. Sempre temos algo para superar e, para mudar alguma coisa em nossa caminhada, ter mais tempo, mais saúde, melhorar nossos defeitos, trabalhar em algo mais agradável ou educar melhor nossos filhos, enfim, para corrigir o curso é preciso ação. Este é o segredo da mudança, é o segredo do sucesso. Tal como no início de uma filmagem, o diretor dispara – "AÇÃO!" Assim dá-se inicio à criação.

Somos peritos em falar em mudança, mas no que tange a colocar a mudança em ação, provavelmente somos todos uns amadores. É fácil confundir querer fazer com agir, sobretudo quando procuramos em nós razões que nos levam a ficarmos confortáveis com as desculpas de não fazer. Li num livro a seguinte xarada: há cinco sapos em cima de um tronco. Um tem intenção de saltar. Quantos restam? Cinco! Intenção não é fazer. A realidade é que só mudamos alguma coisa através da ação.

Ler e falar com outros sobre formas de mudar pode trazer-nos esclarecimento e apoio; pode proporcionar uma reflexão valiosa sobre o que pode ser mais eficaz, mas só nos beneficiamos disso se depois fizermos o trabalho pesado. Ainda que a informação venha a ser o passo inicial, a concretização tem de ser com a ação. É necessário fazer, temos que colocar as mãos na massa e experimentar. Agindo é que ficaremos mais perto do resultado e isto acontece porque o cérebro aprende através da experiência. Não podemos criar novos percursos neuronais somente por desejarmos ser diferentes, ou por afirmarmos que vamos ser diferentes. Tal como no futebol, não é a equipe que tem intenção de ganhar que vence, mas a que faz mais gols.

Então, neste próximo ano... mãos à obra e feliz vida nova!

Tg.1:5 “Se, porém, algum de vós necessita de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente e ser-lhe-á concedida”.
FELIZ ANO NOVO A TODOS!!!

www.fotolog.terra.com.br/reflexoes_diarias

DIFERENÇAS

Era uma vez um grupo de bichos amigos que decidiram fundar uma escola. Reuniram-se e começaram a escolher as disciplinas. O pássaro quis que houvesse aulas de vôo. O esquilo achou que a subida perpendicular em árvores era fundamental. E o coelho queria de qualquer jeito que a corrida fosse incluída no currículo. E assim foi feito. Estabeleceram em conjunto que todos os bichos deveriam praticar todos os cursos oferecidos.

O coelho foi magnífico na corrida. Ninguém corria como ele. Mas queriam ensiná-lo a voar. Colocaram-no numa árvore e disseram: Voa, coelho! Ele saltou lá de cima e "plaft"... Coitadinho! Quebrou as pernas. Não aprendeu a voar e acabou sem poder correr também.

O pássaro voava como nenhum outro, mas o obrigaram a cavar buracos como uma toupeira. Quebrou o bico e as asas, não conseguiu esburacar nada e nem mais voava tão bem quanto antes.

SABE DE UMA COISA? Todos nós somos diferentes. Não podemos exigir ou forçar para que as outras pessoas sejam parecidas conosco. Neste Natal, que tal presentear quem você ama dando-lhe aceitação e respeito?
FELIZ NATAL!!!
E UM ANO NOVO CHEIO DE SUCESSOS E VITÓRIAS!!!

www.fotolog.terra.com.br/reflexoes_diarias

sábado, 20 de novembro de 2010

Facebook

Como tudo passa e no mundo das redes sociais o passar é muito rápido, o Orkut, ficou para trás, ele que reinava sozinho e era uma das redes sociais mais acessadas do país. Agora a nova onda atende pelo nome de FACEBOOK, que se trata de um site de realcionamento, criado em 2004, por Mark Zuckerberg, um ex-estudante da Universidade de Harvard. O site nos dias atuais divide sua atenção com o Twitter e Youtube.

De acordo com o site Alexa.com, que mede a audiência de sites pelo mundo, o Facebook está em 17º lugar em audiência no Brasil, duas posições à frente do Twitter. Ainda, segundo o Alexa, no Top 20 de sites mais acessados, a página de pesquisa da Google Brasil aparece em primeiro lugar, seguido do Orkut. Já em terceiro lugar vem o Google em inglês, seguido do portal Uol, Windows Live, YouTube, Globo.com, MSN, Blogger, Yahoo, Terra, iG e Mercado Livre. Ainda no top 20 estão 4shared, Wikipedia, Doubleclick e o site da Abril

O Facebook está em primeiro lugar na lista dos mil sites mais acessados no mundo. No Brasil, o Facebook tem apresentado um crescimento diferente da Europa e dos Estados Unidos, onde é a rede social mais acessada.

Enquanto isso, lá fora o Facebook está em primeiro lugar na lista dos mil sites mais acessados no mundo. No Brasil, o Facebook tem apresentado um crescimento diferente da Europa e dos Estados Unidos, onde é a rede social mais acessada. O Facebook teve 540 mil visitas únicas, o que representa um alcance global de 35,2%, e 570 bilhões de acessos em abril, mas tem mantido um crescimento mensal constante entre 10% e 15%.



http://h2web.wordpress.com

http://www.danielpaulino.net

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

AMOR INCONDICIONAL

Há muito tempo atrás, um certo casal morava em uma casinha humilde de madeira. Tinham uma vida muito tranqüila, alegre, ambos se amavam muito e eram realmente felizes, apesar de não terem conseguido realizar o sonho de ter filhos. Um dia aconteceu um acidente com a senhora, que era uma mulher muito bonita. Ela estava trabalhando em casa quando começa a pegar fogo na cozinha e, na tentativa de apagá-lo, as chamas atingiram todo o seu corpo. O esposo acorda assustado com os gritos e vai à sua procura. Quando a vê envolta pelas chamas, tenta ajudá-la e as labaredas também lhe atingem mas, mesmo se queimando todo, consegue apagar o fogo.
Quando chegaram os bombeiros, já não havia mais fogo, apenas fumaça e parte da casa destruída. Levaram rapidamente o casal para o hospital mais próximo, onde foram internados em estado gravíssimo. Aquele senhor, um pouco menos atingido pelo fogo, saiu da UTI uns dias antes do que sua esposa e foi ao encontro de sua amada. A senhora, toda queimada, pensava em não viver mais, pois estava bem deformada. Ela foi logo falando:
- Tudo bem com você, meu amor?
- Sim, respondeu ele, mas pena que o fogo atingiu os meus olhos e eu não posso mais enxergar... Mas fique tranqüila, meu amor, que a sua beleza estará gravada em meu coração para sempre! E o resultado daquele tragédia poderia ter sido ainda pior, não é mesmo?
Então, triste pelo esposo, refletiu:
- Puxa vida... Deus, diante de tudo o que aconteceu a meu marido, ainda tirou-lhe as vistas para que não presencie esta deformidade em que eu me transformei! As chamas queimaram todo o meu rosto e estou parecendo um monstro...
Depois de algum tempo, já recuperados das queimaduras, voltaram para casa, esforçando-se para se adaptarem à nova rotina de forma bastante positiva. O tempo foi passando e seu esposo continuava a dizer-lhe, todos os dias: "Como eu te amo!" E assim conviveram até que aquela senhora veio a falecer. No dia de seu enterro, quando todos se despediam, então veio ele sem seus óculos escuros e, com a bengala na mão, chegou perto do caixão. Beijando o rosto e acariciando sua amada, disse em um tom apaixonado:
- "Como você é linda, meu amor, eu te amo muito!"
Vendo aquela cena, um amigo que estava ao lado perguntou se o que tinha acontecido era um milagre. Olhando nos olhos dele, o velhinho apenas murmurou:
- "Nunca estive cego, apenas fingia, pois quando a vi toda queimada, sabia que seria muito difícil para ela viver daquela maneira!"
Eles haviam vivido sempre muito felizes e apaixonados por mais vinte anos depois daquele episódio do incêndio.
Essa história nos ilustra, além da beleza de um amor absolutamente incondicional, que é possível reconstruirmos nossa vida, deixarmos de ser vítimas dos infortúnios e nos tornarmos os autores da nossa própria história. "Pedras no caminho"? Guardo todas. Elas me servem de escada para um patamar superior em minha vida.

terça-feira, 24 de agosto de 2010

REAÇÕES

O mundo tem sido cada vez mais assolado por conflitos de todos os tipos. E há um conflito que sempre nos rodeia em um lugar específico: dentro dos nossos corações. Você já reparou que somos incrivelmente mais inclinados à vingança do que à conciliação? Certa noite, fui com um amigo à banca de jornais. Ele comprou o jornal, agradecendo cortesmente ao jornaleiro. Este, nem se abalou. ‘Camarada mal educado, não é?’, eu comentei. ‘Ah, ele é sempre assim!’, respondeu meu amigo. ‘Nesse caso, por que você continua sendo delicado com ele?’, indaguei. ‘Por que não? Por que eu iria deixar que ELE decidisse como eu devo agir?’" Pensando mais tarde nesse incidente, ocorreu-me que a palavra importante era AGIR. Meu amigo AGE com relação aos outros; quase todos nós REAGIMOS. Por que não mudamos o nosso comportamento? Não podemos mudar o mundo, mas certamente podemos influir de maneira positiva no ambiente ao nosso redor.
 "Faça aos outros o que gostaria que fizessem a você". (Mateus 7:12)

www.fotolog.terra.com.br/reflexoes_diarias

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

A maior bronca que já levei

Tínhamos uma aula de Fisiologia na escola de medicina logo após o Carnaval. Como a maioria dos alunos havia viajado aproveitando o feriado prolongado, todos estavam ansiosos para contar as novidades aos colegas e a excitação era geral. Um velho professor entrou na sala e imediatamente percebeu que iria ter trabalho para conseguir silêncio. Com grande dose de paciência tentou começar a aula, mas você acha que minha turma correspondeu? Que nada. Com certo constrangimento, o professor tornou a pedir silêncio educadamente. Não adiantou, ignoramos a solicitação e continuamos firmes na conversa. Foi aí que o velho professor perdeu a paciência e deu a maior bronca que eu já presenciei.

Veja: o que ele disse.

Prestem atenção porque eu vou falar isso uma única vez, disse, levantando a voz e um silêncio carregada de culpa se instalou em toda a sala e o professor continuou. -"Desde que comecei a lecionar isso já faz muito anos, descobri que nós professores, trabalhamos apenas 5% dos alunos de uma turma. Em todos esses anos observei que de cada cem alunos apenas cinco são realmente aqueles que fazem alguma diferença no futuro; apenas cincos e formam profissionais. brilhantes e contribuem de forma significativa para melhorar a qualidade de vida das pessoas. Os outros 95% servem apenas para fazer volume; são medíocres e passam pela vida sem deixar nada de útil. O interessante é que esta porcentagem vale para todo o mundo. Se vocês prestarem atenção notarão que de cem professores, apenas cinco são aqueles que fazem a diferença; de cem garçons, apenas cinco são excelentes; de cem motoristas de táxi, apenas cinco são verdadeiros profissionais; e podemos generalizar ainda mais: de cem pessoas, apenas cinco são verdadeiramente especiais. É uma pena muito grande não termos como separar estes 5% do resto, pois se isso fosse possível, eu deixaria apenas os alunos especiais nesta sala e colocaria os demais para fora,então teria o silêncio necessário para dar uma boa aula e dormiria tranqüilo sabendo ter investido nos melhores. Mas, infelizmente não há como saber quais de vocês são estes alunos. Só o tempo é capaz de mostrar isso. Portanto, terei de me conformar e tentar dar uma aula para os alunos especiais, apesar da confusão que estará sendo feita pelo resto. Claro que cada um de vocês sempre pode escolher a qual grupo pertencerá. Obrigado pela atenção e vamos à aula. Nem preciso dizer o silêncio que ficou, na sala e o nível de atenção que o professor conseguiu após aquele discurso. Aliás, a bronca tocou fundo em todos nós, pois minha turma teve um comportamento exemplar em todas as aulas de Fisiologia durante todo o semestre; afinal quem gostaria de espontaneamente ser classificado como fazendo parte do resto? Hoje não me lembro muita coisa das aulas de Fisiologia, mas a bronca do professor eu nunca mais esqueci. Para mim, aquele professor foi Um dos 5% que fizeram a diferença em minha vida. De fato, percebi que ele tinha razão e, desde então, tenho feito de tudo para ficar sempre no grupo dos 5%, mas, como ele disse; não há como saber se estamos indo bem ou não; só o tempo dirá a que grupo pertencemos. Contudo, uma coisa é certa: se não tentarmos ser especiais em tudo que fazemos se não tentarmos fazer tudo o melhor possível, seguramente sobraremos na turma do resto.

Você é 5% ou 95%?

MARKETING E GESTÃO EDUCACIONAL(Curso de Pós Graduação em Gestão Pública- Instituto Prominas)

NÚCLEO DE SABERES PEDAGÓGICOS - GUIA DE ESTUDO 3

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

REFLEXÕES SOBRE CRITICISMO

 Se lhe custa criticar, então faça-o; mas se lhe dá o mais leve dos prazeres, mantenha a boca fechada. . Quando foi julgar o meu próximo, vou imaginar-me na pele dele antes. . Antes de te enfureceres com as falhas de outra pessoa, toma tempo para contar até 10 - - dez das tuas próprias falhas. . Aquele que espreita por um buraco pode ver algo que o incomode. . Crítico: a pessoa que encontra um pouquinho de mal na melhor das coisas... . Uma testemunha ocular é melhor do que duas que tenham escutado rumores. . O que alguns inventam, outros aumentam. . Não há veneno como o da língua. De todas as armas de guerra, ela tem sido a maior quanto fica à solta. . Há tanta coisa boa no pior de nós todos e tanta coisa má no melhor de nós todos, que nenhum de nós está capacitado a falar de nenhum dos outros. . Se você tem que injuriar alguém, não fale - - escreva: escreva na areia perto da beira da água. . Quando ouvir falar dos defeitos de alguém, lembre-se que essa pessoa também deve ter algumas qualidades. . Tente corrigir o seu erro, nunca atribuir a culpa. . O costume de jogar a culpa sobre os outros começou no Jardim do Éden. O primeiro mecanismo de auto-defesa é culpar os outros. . Se alguém lhe pagasse 10 centavos a cada palavra simpática que você falasse sobre as pessoas, e lhe cobrasse 5 centavos a cada palavra desagradável, você ficaria rico ou pobre?
www.fotolog.terra.com.br/reflexoes_diarias

domingo, 15 de agosto de 2010

Queixas e Críticas, Onde Está A Diferença?

Numa relação conjugal ou no relacionamento entre pais e filhos, vários fatores podem minar a estrutura da comunicação na família. Estudos apontam que os fatores que contribuem para desgaste de um relacionamento no contexto do casamento e da família são as palavras ditas impensadamente, atitudes ou gestos inadequados do dia-a-dia. Geralmente, uma grande crise é construída paulatinamente por estas pequenas coisas. Sem dúvida, a crítica está enquadrada nessas pequenas coisas que prejudicam uma relação familiar. Essas criticas, vêm embaladas com frases do tipo "você nunca" ou "você sempre". Por exemplo: "Você nunca me leva para jantar fora" ou "Você sempre chega tarde em casa". Isto não quer dizer que devemos deixar de expressar os nossos sentimentos. O que está sendo discutido é a maneira de verbalizá-los. Podemos nos queixar de uma determinada atitude do cônjuge ou dos filhos, mas criticá-los se torna perigoso e tremendamente prejudicial para a harmonia familiar. A linha divisória entre a crítica e a queixa é muito fininha. Certa vez, um marido reclamou da maneira com que a sua esposa se expressava em relação ao seu modo de vestir-se. "Você está ridículo com esta roupa!", ela sempre dizia quando ele colocava uma camisa quadriculada com uma calça listrada. Ao dizer dessa maneira, a esposa, sem perceber, estava atingindo a pessoa do esposo. Havia em suas palavras uma crítica, e não uma queixa. Ela poderia dizer: "Não gosto desta camisa sendo usada com esta calça". Neste caso, ela estaria expressando o seu sentimento, sem atingir a pessoa do esposo. Não é tão difícil nos adequarmos a formas mais justas de expressão, não é mesmo? O mesmo erro pode acontecer quando se chama a atenção dos filhos, por exemplo. "Fico muito triste quando vejo este quarto bagunçado desta maneira". Esta forma de dizer é muito melhor do que: "Você não tem jeito mesmo. É um bagunceiro. Veja como está este quarto!". Na primeira frase, nos queixamos. Mas, na segunda, há uma crítica que atinge a pessoa. Enquanto a queixa pode ser a expressão de um sentimento de angústia, raiva ou descontentamento, a crítica sempre contém uma acusação. Nós podemos expressar nossos sentimentos, sem fazer acusações à pessoa. Portanto, estejamos atentos em nossas verbalizações quando nos sentimos descontentes e angustiados. Podemos expressar nosso sentimento com uma queixa sincera, sem partir para a crítica.
 "Uma língua suave é árvore de vida". (Livro de Provérbios,15:4)

www.fotolog.terra.com.br/reflexoes_diarias

quarta-feira, 28 de julho de 2010

Vitrine virtual da oferta educacional

Nova ferramenta online permite que universidades subam a programação de seus cursos no maior diretório internacional de educação da Internet
O gerenciamento do setor educacional no Brasil viu seu funcionamento modificado com os avanços da interatividade proporcionada pela Internet. Com o crescente número de pessoas buscando cursos pela web, a melhor opção para as instituições de ensino é apostar no mundo online para captar novos alunos.
Pensando nisso, o portal Educaedu (www.educaedu-brasil.com) desenvolveu o Menu de Centros, uma ferramenta que facilita a comunicação entre universidades e internautas ao permitir a publicação e administração de ofertas de cursos de cada entidade, ganhando maior autonomia sobre o conteúdo e sua constante atualização.
A nova ferramenta serve como uma vitrine das ofertas educativas: as universidades têm a oportunidade de divulgar seus cursos em um grande site e comunicar-se diretamente com os estudantes por meio do sistema de formulários enviados diretamente ao departamento responsável da instituição.
Link para o Menu de Centros: (http://maxmail.maxpressnet.com.br/www.educaedu-brasil.com/acesso-centro-educacional/publique-seus-cursos.php)
Sobre o Portal Educaedu
Educaedu é o maior diretório internacional de educação da Internet, presente em 20 países e em 9 idiomas, com mais de 10 mil ofertas de cursos somente no Brasil. Em breve, serão lançados seus sites também para a China, Coréia e Índia. Sua atualização é feita por 60 pessoas de 14 países diferentes, que trabalham nos escritórios de Buenos Aires (Argentina), Bilbao (Espanha) e São Paulo (Brasil).
O portal foi fundado em 2001 pelos empresários espanhóis Mikel Castaños e Fernando Bacaicoa, com o lançamento de três sites para a Espanha: Buscaoposiciones, Tumaster e Canalcursos. Em 2008, Educaedu tornou-se uma marca global, com a criação de sites para outros países.
Presente em 20 países (Argentina, Austrália, Áustria, Brasil, Canadá, Chile, Colômbia, Equador, Espanha, Estados Unidos, França, Alemanha, Itália, México, Peru, Polônia, Portugal, Rússia, Turquia e Reino Unido), Educaedu é o maior diretório internacional de educação na Internet. Sua versão brasileira tem cadastrados 6.700 cursos de pós-graduação, 2.200 de graduação e mais de 1.000 de extensão universitária e de idiomas, ministrados em 580 universidades e centros educacionais.
Cerca de 20 mil brasileiros entram diariamente na página, uma ferramenta prática que reúne, em um mesmo site, todos os dados necessários dos cursos oferecidos pelas universidades do país para a escolha do programa curricular mais adequado para o perfil de cada profissional que queira se especializar ou estudante que procura graduação.
Mais informações para imprensa
Karla Candeia
Tel.:
Fax: +(54911) 5256-6630
karla@educaedu.com
http://www.educaedu.com/
http://www.educaedu-brasil.com/

domingo, 11 de julho de 2010

EMPURRANDO PEDRA

 Sísifo é um personagem da mitologia grega que amou a vida e menosprezou os deuses e a morte. Por tal insolência, foi condenado a realizar um trabalho sem esperança. Sua rebeldia poderia ter sido motivo de reverência por insurgir-se contra o espectro da morte e o poder dos deuses e, contudo, foi castigado por uma justiça duvidosa. Sísifo foi punido pelos deuses com a realização de um trabalho inútil por toda a eternidade: empurrar sem descanso uma enorme pedra até o alto de uma montanha, de onde ela rolaria encosta abaixo para que, em seguida, o absurdo herói mitológico descesse até o sopé e a empurrasse novamente até o alto... E, assim, indefinidamente, viveria ele executando uma repetição monótona por toda a eternidade. O inferno desse personagem é a trágica condenação de estar desempenhando algo que não dá frutos. Será que muitos de nós não seríamos "sísifos" também? Será que fazemos de nossa vida uma enorme pedra que rolamos ladeira abaixo e voltamos a erguer no dia seguinte, um paradoxo em que não há renovação ou prazer? Por acaso não estaríamos empenhados em um grande esforço, em uma grande luta, em um grande sacrifício que poderia estar nos levando a nada, como o condenado mitológico? Sísifo talvez pudesse alterar o contra-senso de dias, anos e séculos. Preso, no entanto, à mitologia, criado que fora para cumprir esta finalidade pedagógica, nada pode mudar. Ele prossegue no seu tormento para que possamos superar o nosso. Para o ser humano existe a possibilidade de modificar a rotina ilógica, de lançar longe o rochedo das misérias, do comodismo e do conformismo; deixar de repetir aquelas horas, dias e anos sem variação alguma para então construir uma vida melhor. Muitas pessoas desenvolvem todo tipo de enfermidade simplesmente porque seus dias são assim e não percebem... Vamos deixar que o rochedo role ladeira abaixo e que Sísifo prossiga como mito. Nós, que somos reais e cheios de vida, somos capazes de superar aquela seqüência rotineira, inútil e sem esperança, modificando a nossa vida, o nosso presente e o nosso futuro. Basta querermos. Se você se encaixa nessa situação, pode mudar as circunstâncias ou sua reação a elas. Acredite! "Tudo é possível ao que crê". (Mc. 9:23)

www.fotolog.terra.com.br/reflexoes_diarias

domingo, 13 de junho de 2010

A Conectividade gera sucesso

Qualquer produção significante só é possível mediante alguma conectividade. O que poderá produzir a melhor equipe de colaboradores se não estiverem conectados entre si? Que aprendizado poderá promover a melhor equipe de educadores se não estiver em conectividade com os educandos? Quão efêmeros serão os relacionamentos social, conjugal, educacional ou profissional se as pessoas não se dispuserem a conectar-se entre si?
A falta de conectividade pode gerar a esterilidade que sobra nas mais rotineiras produções, palavras e ações.
Conectividade é um estado de união entre duas ou mais pessoas formando uma rede interativa e sinérgica. A conectividade requer influência mútua, ação recíproca, às vezes em tempos distintos e às vezes simultâneos. Sem conectividade não há afinidade e sem afinidade não pode haver vínculos, e sem vínculos não pode haver comunicação eficaz que, por sua vez, causa a essencial comunhão produtiva. Sem conectividade entre as partes teoricamente comprometidas não haverá proveito em quase nada que se produza de fato, de verdade e de direito.
Tudo que acontece fora do habitual e, por alguma razão, parece fundir uma pessoa a um objeto ou a outra(s) pessoa(s) é conectividade. As experiências mais marcantes e duradouras são oriundas de relações conexas e bem engendradas: O educando que apreende a lição e se apaixona pela matéria lecionada; os enamorados que se alimentam da lembrança um do outro; o turista que para extasiado ante a deslumbrante paisagem; o leitor que se apega ao livro etc.
Conectividade gera o insight produzido no cenário analítico; gera a química da paixão à primeira vista; gera a identificação do fã com seu ídolo; gera o religare entre o homem e Deus; gera a compreensão do educando que elabora o ensinamento mediado pelo mestre que leciona; gera no vendedor de sucesso a satisfação da necessidade real de seu cliente; gera no leitor o fascínio pela história escrita; gera no líder a disposição de servir, mais do que ser servido.
O entusiasmo e o afeto sustentam a conectividade até certo ponto, depois é a conectividade que sustentará ambos.
Quanto menos conectividade mais sem graça e irrelevante serão os objetos e os indivíduos. Mais apáticas serão as relações pessoais, tal qual mais insignificante serão para si as pessoas conhecidas, quem dirá as estranhas. Quanto mais conectividade, mais fascinante será aquilo que se faz e muito mais vibrantes serão as relações, seja entre par educativo, entre sócios empresários, entre colegas de trabalho, entre consortes e até entre estranhos no primeiro contato.
Conectividade exige tempo de qualidade, apreço, empatia, simpatia, humildade, desprendimento e generosidade, tudo junto, traduzido no gesto de parar e pensar o outro como jóia de diamante na vitrine da vida. Exige ouvir o outro nas brechas de seu silêncio. Exige ler o outro em suas expressões não verbais. Quem tem esse preparo? Quem tem essa disposição? Quem quer ser o expectador do diamante ou o leitor do livro quando na verdade a maioria quer ser o diamante cobiçado ou livro apreciado? Um objeto não anseia outro objeto, pessoas sim! Por isso perdem frequentemente a conectividade.
A conectividade que nos falta é fruto de uma vida corrida, absurda e irracionalmente competitiva, mas também de uma cultura hipócrita, cujas crianças são educadas para se darem bem sempre, a despeito do que façam, desde que pareçam socialmente admiráveis e respeitáveis. Esmeram-se na arte da esquiva e dissimulação, mais do que na conectividade.
Conectividade gera completude e bom senso, enquanto a desconexão gera individualidade, no sentido mais pejorativo e egoísta da palavra. A pessoa conectada é mais assertiva em suas colocações e intervenções, enquanto a pessoa desconectada mal sabe a hora de falar ou de calar, cometendo toda sorte de ações desastradas e indiscrições. Isso vale para a sala de aula em colapso; para o improdutivo grupo de trabalho ou para o matrimônio em convulsão. é tudo falta de conectividade!
A desconexão entre pessoas é uma estratégia vigarista para fragilizar os grupos de influência. Essa estratégia interessa muito a quem precisa de pessoas fracas, indecisas, vulneráveis e suscetíveis ao sugestionamento.
As personalidades mais expressivas e mais bem sucedidas da história da humanidade mantinham elevada qualidade de conectividade com as pessoas à sua volta, com suas metas pessoais e com os interesses comuns mais sublimes. A conectividade é quem torna sublime aquilo que se é e que se faz em conjunto e fortalece as pessoas dos grupos de influência.
Quer ainda mais sucesso e prosperidade em sua vida espiritual, amorosa, acadêmica ou profissional? Então conecte-se! Invista ainda mais em conectividade com as pessoas à sua volta e envolva-se com seus interesses comuns mais nobres.

www.chafic.com.br

www.unicead.com.br

quinta-feira, 27 de maio de 2010

REFLITA E DIGA SE É VERDADE OU NÃO

" Tá " Reclamando do Lula? do Serra? da Dilma? do Arruda? do Sarney? do Collor? Do Renan? do Palocci? do Delubio? Da Roseanne Sarney? Dos politicos distritais de Brasilia? do Jucá? do Kassab? dos mais 300 picaretas do Congresso? E você?
Brasileiro Reclama De Quê?
O Brasileiro é assim:
1. - Saqueia cargas de veículos acidentados nas estradas.
2. - Estaciona nas calçadas, muitas vezes debaixo de placas proibitivas.
3. - Suborna ou tenta subornar quando é pego cometendo infração
4. - Troca voto por qualquer coisa: areia, cimento, tijolo, dentadura.
5. - Fala no celular enquanto dirige.
6. -Trafega pela direita nos acostamentos num congestionamento.
7. - Para em filas duplas, triplas em frente às escolas
8. - Viola a lei do silêncio
9. - Dirige após consumir bebida alcoólica.
10. - Fura filas nos bancos, utilizando-se das mais esfarrapadas desculpas.
11. - Espalha mesas, churrasqueira nas calçadas.
12. - Pega atestados médicos sem estar doente, só para faltar ao trabalho.
13. - Faz " gato " de luz, de água e de tv a cabo.
14. - Registra imóveis no cartório num valor abaixo do comprado, muitas vezes irrisórios, só para pagar menos impostos.
15. - Compra recibo para abater na declaração do imposto de renda para pagar menos imposto.
16. - Muda a cor da pele para ingressar na universidade através do sistema de cotas.
17. - Quando viaja a serviço pela empresa, se o almoço custou 10 pede nota fiscal de 20.
18. - Comercializa objetos doados nessas campanhas de catástrofes.
19. - Estaciona em vagas exclusivas para deficientes.
20. - Adultera o velocímetro do carro para vendê-lo como se fosse pouco rodado.
21. - Compra produtos pirata com a plena consciência de que são pirata.
22. - Substitui o catalisador do carro por um que só tem a casca.
23. - Diminui a idade do filho para que este passe por baixo da roleta do ônibus, sem pagar passagem.
24. - Emplaca o carro fora do seu domicílio para pagar menos IPVA.
25. - Freqüenta os caça-níqueis e faz uma fezinha no jogo de bicho.
26. - Leva das empresas onde trabalha, pequenos objetos como clipes, envelopes, canetas, lápis.... como se isso não fosse roubo.
27. - Comercializa os vales-transporte e vales-refeição que recebe das empresas onde trabalha.
28. - Falsifica tudo, tudo mesmo... só não falsifica aquilo que ainda não foi inventado
29. - Quando volta do exterior, nunca diz a verdade quando o fiscal aduaneiro pergunta o que traz na bagagem.
30. - Quando encontra algum objeto perdido, na maioria das vezes não devolve.
E quer que os políticos sejam honestos...
Escandaliza- se com a farra das passagens aéreas... e acha que a lista acima é normal, é ser esperto.
Esses políticos que aí estão saíram do meio desse mesmo povo ou não?

Brasileiro reclama de quê, afinal?
E é a mais pura verdade, isso que é o pior! Então sugiro adotarmos uma mudança de comportamento, começando por nós mesmos, onde for necessário!
Vamos dar o bom exemplo!!
Espalhe essa idéia!
"Fala-se tanto da necessidade deixar um planeta melhor para os nossos filhos e esquece-se da urgência de deixarmos filhos melhores (educados, honestos, dignos, éticos, responsáveis) para o nosso planeta, através dos nossos exemplos..."
Amigos!
É um dos e-mails mais verdadeiros que recebí!
A mudança deve começar dentro de nós, nossas casas, nossos valores, nossas atitudes!
"Não sei.. se a vida é curta ou longa demais para nós. Mas sei que nada do que vivemos tem sentido, se não tocarmos no coração das pessoas."

segunda-feira, 3 de maio de 2010

EMPREGUINHO

CARO LEITOR

Hoje recebi um e-mail de um amigo e como estamos vivendo um momento histórico em Minas Gerais onde a classe de PROFESSORES não tem recebido o respeito devido por parte do Governo do Estado de Minas e Prefeitos de vários  municípios mineiros inclusive o municipio onde moro (Guarda-Mor) onde sou Professora e ganho uma miséria chegando a um teto (NÃO É PISO ) DE R$ 700,00 pois  O MEU PISO É VERGOHOSAMENTE  de R$ 330.00   este diálogo me pareceu muito propício para a atual situação. Se você concordar ou discordar registre aqui o seu ponto de vista.


EMPREGUINHO


Um sujeito vai visitar um amigo deputado federal e aproveita para lhe pedir um emprego para o seu filho que tinha acabado de completar o supletivo do 1º grau.

- Eu tenho uma vaga de assessor, só que o salário não é muito bom...

- Quanto doutor?

- Pouco mais de 10 mil reais!

- Dez Mil!!!!???? Mas é muito dinheiro para o garoto! Ele não vai saber o que fazer com tudo isso não, doutor!!!! Não tem uma vaguinha mais modesta?

- Só se for para trabalhar na assembléia. Meio período e eles estão pagando só 7 mil!

- Ainda é muito doutor! Isso vai acabar estragando o menino!

- Bom, então tenho uma de consultor. Estão pagando 5 mil reais por mês, serve?

- Isso tudo é muito ainda, doutor. O Senhor não tem um emprego que pagasse uns seiscentos ou até mil e duzentos reais ???

- Ter eu até que tenho, mas aí é só por concurso e é para quem tem curso superior, pós-graduação ou mestrado, bons conhecimentos em informática, domínio da língua portuguesa, fluência em inglês e espanhol e conhecimentos gerais... além do mais, ele terá que COMPARECER AO TRABALHO TODOS OS DIAS...

AÇÃO DE MANDADO DE SEGURANÇA – LIMINAR DEFERIDA - Greve/Minas Gerais

Em solidariedade a  classe dos PROFESSORES que está sendo  oprimida, ameaçada e mal remunerada pelo Governo de Minas Gerais deixo aqui registrado a cópia do  Mandado de Segurança que tomou a decisão de suspender as contratações/designações para substituir os servidores da Educação em GREVE desde o dia 08/04/2010. Leia abaixo o oficio da COORDENADORA GERAL DO SIND-UTE MG- BEATRIZ DA SILVA CERQUEIRA e logo após clique no link abaixo para ver  a decisão liminar.

Belo Horizonte, 03 de maio de 2010.
OF.CIR. SEDE CENTRAL/SEC-048/10
Companheiros (as),

Aos comandos locais de greve

Aos/as trabalhadores em educação em greve


ASSUNTO:

AÇÃO DE MANDADO DE SEGURANÇA – LIMINAR DEFERIDA – SUSPENSÃO DO ITEM 07, DO OFÍCIO CIRCULAR 1013/2010, DA SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO – DECISÃO QUE SUSPENDEU AS CONTRATAÇÕES/DESIGNAÇÕES PARA SUBSTITUIR OS SERVIDORES DA EDUCAÇÃO EM GREVE – SUSPENSÃO DAS CONTRATAÇÕES JÁ REALIZADAS.


A Secretária de Estado da Educação editou o ato circular n°. 1.013/2010, que autorizou e determinou a designação de professores e servidores em substituição àqueles que aderiram ao movimento de paralisação por tempo indeterminado da categoria da educação pública em Minas Gerais.

Diante da ilegalidade e arbitrariedade do ato, o Sind-UTE/MG, através de seu Departamento Jurídico, impetrou Ação de Mandado de Segurança com pedido liminar com urgência, que foi DEFERIDO com a seguinte conclusão:
“Fundado nestas razões e em atenção aos limites expostos na inicial, suspendo a eficácia do item 7 do Ofício Circular n°. 1.013/2010 e de qualquer outro ato que tenha ou venha a ser expedido com este fim, bem como ordeno à autoridade coatora que não realize nenhuma contratação ou designação de professores temporários em substituição àqueles que aderiram à greve dos professores públicos estaduais. A aludida medida abrange, ainda, a suspensão de eventuais contratações já implementadas a partir da edição do referido Ofício Circular.”
Portanto, o Estado de Minas Gerais está impedido de realizar qualquer tipo de designações/contratações para substituir os servidores e professores da educação pública no Estado de Minas Gerais que aderiram a greve da educação pública no Estado.
Também, por força da liminar, todos os Editais de designações e as contratações para cargo vago, em substituição, já realizados estão suspensos.

Encaminhamos em anexo cópia da decisão e modelo de requerimento para que o servidor possa informar sua adesão a greve.

Atenciosamente,

BEATRIZ DA SILVA CERQUEIRA

COORDENADORA GERAL DO SIND-UTE MG


R. Ipiranga, 80 - Floresta - Belo Horizonte - MG - Tel: (03l) 48l.2020 - FAX (03l) 48l2449 - CEP: 3l.0l5-l80

CGC: 65l39743/000l.92 - Inscrição Estadual: Isentop



http://www.sindutemg.org.br/novosite/files/mandado_de_seguranca.pdf

sábado, 17 de abril de 2010

Sind-UTE/MG coordena greve em Minas Gerais desde 08/04/2010

A greve é um direito constitucional.

A greve é um direito constitucional. No caso dos servidores públicos, garantida pelo inciso VII do artigo 37 da Constituição Federal: “Art. 37- A administração pública direta e indireta de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios obedecerá aos princípios de legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência e, também, ao seguinte: (...) VII- o direito de greve será exercido nos termos e nos limites definidos em lei específica; (...)”
Portanto, o direito à greve é consagrado. Recentemente, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que, na ausência de uma lei específica para a greve no serviço público – como reza no inciso VII do Artigo 37 – vale a lei do direito de greve da iniciativa privada, ou seja, a Lei 7.783/89, com pequenas modificações.
Além disso, cabe lembrar que deixar de comparecer ao serviço em virtude da greve é uma atitude protegida constitucionalmente pelo inciso VIII do artigo 5º da CF, porque quem age assim o faz motivado por convicção íntima de que é através deste ato (participar da greve) que o objetivo de uma categoria profissional será atingido."
Nenhuma pessoa pode ser punida ao exercer seu direito. Se algo do tipo acontecer, a justiça dos trabalhadores terá que prevalecer. Qualquer um que sofra ameaças ou retaliações devem entrar em contato com o sindicato a fim de entrar com mandato de segurança assegurando seus direitos.
As faltas dos servidores devem ser lançadas nos livros de ponto com a expressão de falta por motivo de greve ou greve, a cada dia ou período da paralisação.
De acordo com a legislação vigente, o servidor em greve, seja efetivo, designado, efetivado pela Lei 100, efetivo em estágio probatório, ou em qualquer outra situação não pode sofrer retaliação em função de participar da greveA ausência do trabalho por motivo de greve não pode ser confundida com falta injustificada, não podendo ocorrer punições pelo governo do Estado.
É o momento da luta, e a cada dia a mobilização está ficando cada vez mais forte. Mas é também nestes momentos que se inicia a contra-ofensiva por parte do Estado, representado na região pela figura da Superintendência Regional de Ensino. Uma das ações da SRE é tentar desarticular o movimento dos trabalhadores através de coerção, desmotivação, desmobilização através de falsas premissas e até mesmo ameaçando os participantes do movimento com faltas, descontos e até ocorrências.
Nós trabalhadores e professores em educação, em nenhum momento podemos aceitar esta afronta por parte da SRE. Não podemos abaixar a cabeça diante de tais colocações e devemos seguir em frente com o nosso trabalho de construção deste movimento. Não somos cordeiros para sermos tratados deste jeito. É o momento de juntarmos cada vez mais as forças e juntos conquistarmos o nosso direito a dignidade profissional e humana.

"Quem não luta para realizar seus sonhos acaba como coadjuvante dos sonhos dos outros."

Informativo

Senhores Pais, alunos e demais presentes.
Nós professores e demais servidores da rede estadual, estamos em greve desde quinta-feira, dia 08 de abril, e a greve é por tempo indeterminado.
Quais são os motivos da greve?
O governador Aécio Neves consegue através de propagandas alterar a verdade sobre a situação dos professores em Minas Gerais.
Cabe explicar inicialmente que a lei federal não é cumprida em nosso Estado. Foi determinado que nenhum professor ganhasse menos que o piso de R$ 950.00 (novecentos e cinquenta reais). Entretanto o piso atual é em média de R$ 500.00 (quinhentos reais). no Estado de Minas gerais, sendo considerado o oitavo pior salário do Brasil. Além do salário não corresponder ao que a lei nacional determina.
Muitos são os pedidos dos professores em greve, por exemplo:
* É descontado em nossos salários uma taxa para o IPSEMG- Assistência Médica, entretanto só existe atendimento em outras cidades, onde moramos não temos médicos e nem dentistas conveniados. Sendo necessário que o funcionário ao depender destes atendimentos tenha que se deslocar num raio de 300 km (ida e volta - cidade de Patos de Minas - MG) estamos reivindicando a construção de hospitais em cidades-pólos mais próximas para facilitar o acesso;
* É comum salas com 45/50 alunos, o que não é satisfatório para os alunos nem professores;
*Reivindica-se, ainda, a realização de concurso público, para p provimento de cargo de professores;
*Queremos o cumprimento da lei e a reposição justa dos salários, pois há treze anos e nove meses não há a devida reposição.
E é necessário esclarecer, ainda, que nossos salários não acompanham o salário mínimo, havendo aumento somente quando o governo quer.
A greve é para melhorar as condições de trabalho na escola para todos os funcionários e alunos.

Atenciosamente

Professores da Rede Estadual de Minas Gerais

domingo, 4 de abril de 2010

Incorporando a Arte as Novas tecnologias

A década de 70 tinha como modelo de ensino de arte no país o fazer artístico em detrimento da apreciação de obras e do conhecimento da arte. Era valorizado o desenvolvimento da auto- expressão e da auto-descoberta. O fazer artístico, os aspectos históricos e teóricos da arte, e nem obras de arte eram apresentados as crianças para que estas não fossem influenciadas e isto levava a um processo de criação bastante limitado dando margem a um processo de criatividade pobre e arcaico. Com uma nova metodologia proposta pelos PCN. s para o ensino de Arte abordando não apenas o objeto ou ato em si, mas que necessariamente exige a compreensão do contexto histórico em que o referido objeto ou ato foi reproduzido, significando assim analisar os objetos ou atos artísticos a partir do contexto de quem os produziu propondo assim uma nova visão triangular na proposta curricular do ensino das artes no ambiente escolar. O arte-educador deverá desta forma preparar o educando por meio de leitura de obras de arte plásticas para que o mesmo obtenha a decodificação da gramática visual, da imagem fixa. E também através da leitura do cinema e da televisão prepará-lo para aprender a gramática da imagem em movimento.
Para melhor conhecer e apreciar a arte cito o método comparativo de Edmund Feldman (1970) que diz : O método comparativo é o trabalho que envolve o conhecer, o apreciar e o fazer através da comparação entre várias obras de arte de diversos períodos para que o aluno perceba as diferenças e as similaridades. Esse estudo centra-se nos elementos da obra de arte e o desenvolvimento crítico é o cerne da metodologia. No entanto, ao centrar seu trabalho no desenvolvimento crítico, Feldman não nega o desenvolvimento da técnica e da criação. Ao entrar em contato com a obra de arte, ao ver a imagem, o aluno desenvolve sua capacidade crítica, estabelecendo uma relação de aprendizagem com o objeto em questão. Para Feldman, esse desenvolvimento se dá através dos seguintes processos: ao ver atentamente, o aluno descreve; ao observar o que vê, ele analisa; ao significar, interpreta; e ao decidir acerca do valor, julga.
Dialogando também com a proposta triangular cito o método multipropósito de Robert Saunders (1984) que define a sua metodologia como um programa de ensino de arte onde o fazer se dá em função da leitura da obra de arte, articulada com outras áreas do conhecimento de maneira interdisciplinar. Enfatizando seu trabalho no olhar, ele propõe uma mudança da cultura verbalmente orientada para uma cultura visualmente orientada, e apresenta o uso da reprodução como um meio para o ensino da arte. Em seu trabalho, Robert Saunders faz a defesa do uso de boas reproduções de obras de arte, em papel, na atividade com os alunos, descartando o uso do slide que, para ele, interfere na relação educador/ educando, já que o slide, para ser mostrado, necessita de um ambiente escuro. Além disso, ele defende o uso de uma mesma reprodução ao longo de várias séries, partindo do princípio de que o educando amadurece e, conseqüentemente, fará uma leitura diferente da obra revisitada. O método de multipropósito deve ser posto em prática a partir do momento que o educador de arte estabelece um objetivo a ser atingido pelo educando. Ao escolher uma determinada obra de arte para ser estudada, ele deve ter claro quais foram os propósitos que orientaram a escolha e quais são os objetivos a serem alcançados.
Engraçado como  nós educadores fazemos as coisas sem perceber. E este módulo nos faz refletir sobre a nossa prática dentro da sala de aula. Sempre gostei de trabalhar desta forma com os alunos. Recentemente fizemos um Tour pelo Museu Paulista fazendo uma viagem pela História da Independência. http://www.universiabrasil.net/especiais/museupaulista/
O que deixou os alunos encantados, pois na realidade muitos deles têm  a oportunidade de conhecer obras de artes somente  por meio de um passeio virtual. È muito interessante a resposta que o aluno nos dá e percebemos que inteligentemente ele agrega valores e conhecimentos de forma muito mais significativa.Deixo aqui ilustrado uma das  imagens  da obra de arte do citado Museu Virtual Paulista com o relato da obra.
Nau Capitânia


Integrante da exposição descobrimentos Imaginados, a pintura “Nau Capitânia”, de Oscar pereira da Silva, representa o encontro de Pedro Álvares Cabral com os índios, em abril de 1500. O encontro foi descrito pelo escrivão Pero Vaz de Caminha: “o capitão, quando eles vieram,estava sentado em uma cadeira, aos pés uma alcatifa por estrado; e bem vestido, com um colar de ouro, mui grande ao pescoço. (...) Acenderam-se tochas. E eles entraram. Mas nem sinal de cortesia fizeram, nem de falar ao capitão, e começou a fazer acenos com a mão em direção à terra, e depois para o colar, como se quisesse dizer-nos que havia ouro”




sábado, 3 de abril de 2010

POLÍTICAS PÚBLICAS: POR UMA EDUCAÇÃO DIGITAL

O Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (InMetro) aprovou os laptops educacionais da Digibras para os testes de homologação do Programa Um Computador por Aluno. Apesar disso, ainda não é agora que o leilão promovido pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), órgão ligado ao Ministério da Educação (MEC), chegará ao fim.

A Comsat, que apresentou o menor preço dos equipamentos, mas não foi aprovada nos testes do InMetro, recorrerá da decisão. Com isso, o leilão ficará suspenso, pelo menos, até 30/12/09. Segundo o pregoeiro, a Comsat tem até 17/12/09 para registrar seu recurso. Até 22/12 é o limite para registro de contra-razão e o prazo para a decisão final é 30/12/09.

A Digibras chegou a ser declarada vencedora do leilão nesta segunda-feira (14/12). O pregoeiro informou que o prazo para registro de recursos se encerraria às 11h. Por volta das 11h16min, o pregoeiro comunicou que (sic) "embora no sistema não foi registrado nenhuma intenção de recurso por parte dos licitantes, estranhamente a empresa Comsat, apesar de estar logada nos enviou um e-mail fazendo tal manifestação".

E ele completou: "apesar de não ser o procedimento padrão, mas em prestígio do princípio da ampla defesa e do contraditório, estamos abrindo o prazo de três dias para que a mesma apresente o seu recurso, ocasião em que também será aberto o prazo para as contras-razões".

Na mensagem eletrônica, a Comsat informa sua intenção de recorrer do resultado do leilão. As principais razões indicadas pela companhia são a falta de motivação, fundamentação e publicidade da decisão que recusou a proposta e desclassificou a Comsat. Além disso, a empresa argumenta que houve "inobservância de vários procedimentos previstos no edital".

Um dos advogados da Comsat, Everardo Gueiros, do escritório Gueiros Advogados, diz que as irregularidades identificadas pela fabricante incluem a quebra de procedimentos estabelecidos no próprio edital. Gueiros afirma que os laptops só poderiam ser solicitados para testes após a declaração do vencedor da licitação, o que segundo ele não ocorreu com a Comsat.

"A Comsat foi incitada a entregar os equipamentos sem que fosse declarada vencedora. Vários procedimentos foram errados, como permitir que nossas placas fossem vistas por concorrentes", alega. "Eles saiam atropelando o processo em vários aspectos, a ponto do segundo colocado [Digibras] ter feito uma proposta financeira igual à nossa. É claro que fez, a nossa estava aberta. Eles macularam o processo", critica.

De acordo com Gueiros, o pedido da Comsat será no sentido de que o processo retorne à etapa em que a Comsat apresentou o menor preço e que a empresa seja declarada vencedora, para só então ter de entregar os laptops para que sejam submetidos a testes do InMetro.

"Vou apresentar o recurso administrativo que vai ser julgado. Depois, caso eles não retomem a decisão, vamos para a Justiça Federal, até a última instância. É muito difícil esse procedimento licitatório permanecer como está", afirma.

Histórico

A Comsat, fornecedora dos laptops da indiana Encore, ofereceu cada notebook por 550 reais - o menor preço entre os participantes do leilão. Após três meses paralisado, por determinação do Tribunal de Contas da União (TCU) para investigar supostas irregularidades, o leilão foi retomado em março. No mesmo mês, o InMetro deu início a testes dos equipamentos e o resultado, negativo, foi divulgado em setembro.

Com isso, a segunda colocada do leilão, Digibras, passou à primeira colocação, com uma oferta final de 82.485.000,00 de reais, o equivalente a um custo de 550 reais por laptop. Este valor foi apresentado em 02/10/2009. Os testes de aderência desses equipamentos ficaram marcados para 13/10/09. O resultado dessa avaliação deve sair em 15 dias. O leilão prevê a compra de 150 mil laptops educacionais

http://computerworld.uol.com.br/negocios/2009/12/14/inmetro-aprova-testes-de-laptop-educacional-mas-comsat-recorre/

Comentando a reportagem sobre o referido projeto (UCA) Um Computador por Aluno. Quando o professor nos propõe para fazermos um exercício de imaginação e como professora da rede pública municipal e também pertencendo ao quadro de servidor na área administrativa do governo estadual (MINAS GERAIS),faço o seguinte exercício “como num conto de fadas imagino cada aluno com seu laptop todo feliz da vida fazendo sua pesquisa e obtendo as mais diversas informações”. Diante da minha visão a escola e a educação terão que ser reformulada mediante tantas informações. Mas prefiro pensar no que posso fazer hoje para, quem sabe, no futuro as coisas estarem bem melhor do que a presente realidade da educação. Um bom trabalho pedagógico feito hoje pode vir a ter um efeito positivo na formação das pessoas, mais sensíveis à diversidade do mundo, à diversidade de sujeitos e das formas de conhecer para que no futuro essa escola do presente não caia na frieza, pois o contato físico e emocional não poderá ser levado pelas linhas digitais. E infelizmente a questão do referido Projeto (UCA) é utopia, pelo menos no presente momento. Na atual sociedade de hoje o mais importante não é a educação. Recentemente pudemos ver na mídia que a orgia, a indecência e a imoralidade são as coisas mais importantes no momento. Observamos isso de acordo com o prêmio que é oferecido no Programa Soletrando do Luciano (100 mil reais). Um programa totalmente de caráter educativo. Um prêmio bom?? Melhor ainda é o prêmio que foi entregue no BIG Brother 2010 ( 1milhão e 500 mil). Um programa com um caráter totalmente fora dos padrões da família brasileira e que tenta colocar para os nossos jovens, casais e crianças como tudo sendo muito normal o que acontece naquela casa. Portanto é hilária a premiação. Recentemente quem acompanha as noticias pode verificar o aumento que o Governo de Minas deu para a área da educação e para a área da segurança pública. Agora eu pergunto. Será que o país, o nosso estado(Minas Gerais) precisa mais de educação ou da polícia? Você pode até discordar do meu posicionamento, é um direito seu. Mais o que tem a ver a premiação do Soletrando, Big Brother 2010, aumento dos funcionários públicos da educação e da segurança pública com as Políticas Públicas “por uma educação digital”.

Simplesmente não acredito nesta propaganda política do governo. Este projeto estava engavetado há muito tempo, onde o governo privilegiou algumas cidades e regiões do país somente para adoçar a alma da área da educação e volta agora falando alguma coisa a respeito nas vésperas de uma campanha política. Sinceramente não dá pra engolir mais essa do nosso governo.

sábado, 27 de março de 2010

Visite a cidade de Guarda-Mor/MG


Ao Guardamorense Pedro Antônio peço licença para postar uma das mais belas músicas que retrata com perfeição esta cidade hospitaleira, maravilhosa e cheia de encantos.





Música: Um Lugar

Compositor: Pedro Antônio.

Há um lugar que você não conhece
Longe do mar, mas bem perto do céu
Tem um luar, dá pra contar as estrelas
Nesse lugar não precisa Ter sonhos
Basta colher o que a terra nos dá
E semear novas canções de ninar


Lá nesse lugar, não há nenhum lugar para a tristeza
Sob aquele céu, eu tiro meu chapéu pra natureza
Na água cristalina do riacho pequenino que se vai
Eu lanço a minha voz e vou agradecer tudo ao meu pai

Lá tem um mel de jataí,
A vida é doce sem igual
Tem sabiá, tem juriti
Fruta fresquinha no quintal
Tem vaga-lume que clareia
Em lua cheia, lobo guará
Você sabia que um dia teve até jacarandá (tamanduá)

Se você quer, vou te levar
Prá ser feliz em guatapará
Um Guarda-Mor cuida de lá
Um Guarda-Mor cuida de nós.

Reflexão do texto - Navegar no ciberespaço- Lucia Santaella

Navegar no ciberespaço:

O  texto “Navegar no Ciberespaço”, de Lucia Santaella , analisa o processo de três tipos de leitores, o contemplativo, o fragmentado e o leitor virtual. O primeiro, que é o leitor contemplativo, meditativo da idade pré-industrial, o leitor da era do livro impresso e da imagem expositiva, fixa. Esse tipo de leitor nasce no Renascimento e perdura hegemonicamente até meados do século XIX e tem diante de si objetos e signos duráveis, imóveis, localizáveis, manuseáveis: livros, pinturas, gravuras, mapas, partituras. Um leitor que contempla e medita. O segundo é o leitor do mundo em movimento, dinâmico, mundo híbrido, de misturas sígnicas, um leitor que é filho da Revolução Industrial e do aparecimento dos grandes centros urbanos: o homem na multidão. Esse leitor, que nasce com a explosão do jornal e com o universo reprodutivo da fotografia e do cinema, atravessa não só a era industrial, mas mantém suas características básicas quando se dá o advento da revolução eletrônica, era do apogeu da televisão. É o leitor apressado de linguagens rápidas e objetivas. O terceiro tipo de leitor é aquele que começa a emergir nos novos espaços incorpóreos da virtualidade. O leitor virtual navega numa tela interagindo com palavras, imagens, documentação, músicas, vídeos e etc. Não é mais um leitor que segue as páginas de um livro manuseando-o com as mãos, virando página por página, percorrendo as estantes e corredores de uma biblioteca e sim um leitor pronto para contribuir com o mundo do ciberespaço.

Mostravídeo em Belo Horizonte e Curitiba



De abril a novembro, quem estiver em Belo Horizonte ou em Curitiba terá a oportunidade de conhecer produções audiovisuais inovadoras.
A Mostravídeo deste ano traz trabalhos feitos por cineastas, artistas plásticos e documentaristas que exploram diferentes formatos e narrativas para o cinema.
Na primeira sessão de cada cidade, o cineasta e professor André Costa e o pesquisador de cinema João Dumans, curadores do evento, participarão de uma palestra inaugural. Não perca!
Para conferir os trabalhos que fazem parte da seleção de abril e suas sinopses, acesse o blog da mostra.


abril de 2010
Belo Horizonte (MG)
quartas 7, 14 e 28 às 19h30
Palácio das Artes - Cine Humberto Mauro
avenida afonso pena, 1537
fone 31 3237 7399 31 3237 7399

Curitiba (PR)
quintas 1, 8, 12, 22 e 29 às 19h30
Sesc Paraná - Paço da Liberdade
praça generoso marques, 189 - centro
fone 41 3234 4200 41 3234 4200
entrada franca
[ingressos distribuídos com uma hora de antecedência]
imagem: frame de Uma História do Vento (Joris Ivens e Marceline Loridan Ivens)

quarta-feira, 24 de março de 2010

Inteligência Coletiva

Inteligência Coletiva segundo Pierre Lévy
Ao ler os textos do livro de Pierre Lévy, a expressão inteligência coletiva parece com algo parecido como um cérebro gigante, capaz de tomar decisões a partir do conhecimento adquirido e compartilhado por diversas pessoas, e esta opinião não está muito distante da teoria do pesquisador e escritor francês Pierre Lévy. Trata–se, sem dúvida, de uma interpretação ímpar. Mas, simbolicamente, é isso mesmo. Para ele, a inteligência coletiva (IC) é, basicamente, a partilha de funções cognitivas, como a memória, a percepção e o aprendizado. “Elas podem ser mais bem compartilhadas quando aumentadas e transformadas por sistemas técnicos e externos ao organismo humano. Porém, o escritor deixou claro que a IC não é só isso: “ela só progride quando há cooperação e competição ao mesmo tempo”. “É do equilíbrio entre a cooperação e a competição que nasce a IC”. A inteligência coletiva desenvolveu–se à medida que a linguagem evoluiu. A disseminação do conhecimento acompanhou a difusão das idéias através dos discursos, da escrita como exemplo: (”posso, hoje, ler Aristóteles, mesmo que ele tenha escrito uma obra há mais de dois mil anos”) e da imprensa (”quanto mais os meios de comunicação se aprimoram, mais ganha à inteligência coletiva”). Hoje, o mundo é diferente. É novo, fascinante, e como dizem os jovens sinistro.... “O mundo dos pensamentos é o ciberespaço, que permite a interconexão”. A IC é fruto não apenas dos estudos e sim da atual mudança tecnológica e social. Para Lévy a IC pode ser de três tipos e comparo com os três pilares de estudos do mundo, pode ser técnica, que é tratada de forma concreta, tipo uma engenharia, a conceitual que é o conhecimento abstrato, pelas artes e matemática, e a emocional que envolve a ética, a moral e o direito. O papel da internet é fundamental para o funcionamento desse sistema. “O ciberespaço é a principal fonte para a criação coletiva de idéias, de forma que elas sejam usadas para o bem de todos, através da cooperação intelectual”. Podemos pensar então, que se for estudado cada uma destas idéias em conjunto o resultado seria a construção de uma sociedade melhor, através da internet e dos pensamentos da humanidade, dando a todos que possuem o acesso a este “mundo” um olhar holístico sobre a evolução da comunidade humana.



terça-feira, 23 de março de 2010

Saber ouvir

“Saber escutar é uma arte! Nem sempre as pessoas querem pareceres sobre suas partilhas, simplesmente querem ser ouvidas” (Anônimo).

terça-feira, 16 de março de 2010

Helpdesk- O computador pifou...

Helpdesk

O Pc fifou
Numa manhã de sábado Dana se levanta, faz suas atividades de rotina e se dirige para seu computador a fim de colocar sua vida em dia. Dana liga o seu computador na tomada, é claro que pra ligar liga na tomada, liga a fonte, a CPU e ???

Computador – pipipipipipipipipipipi

Dana – xixixixixixixixixixixixixi Meu Deus!!!

Dana - desliga o pc novamente

Dana- liga o pc novamente

Computador- pipipipipipipipi

Dana – xixixixixixixixixixixi Meu Deus!!!

Dana- desliga o pc novamente

Dana- liga o pc novamente

Computador- pipipipipipipipi

Dana – petecou de vez... e agora???

Dana- preciso de ajuda... hum hum ... preciso de um Helpedesk

Dana- pega o celular e localiza o Helpdesk

Dana – Alô, oi como vai?

Helpdesk – Comigo tudo bem e seu computador não vai bem?

Dana- Como você sabe que ele não vai bem?

Helpdesk – Porque você me ligou...

Dana – Ah! Ta... é mesmo..

Dana – então o computador fez pipipipipipipipi

Helpdesk- Pode ser daqui meia hora

Dana – Pode sim, aguardo

Intermináveis minutos para Dana depois...

Toc Toc Toc

Dana atende a porta.

Dana – Oi é você... que bom que veio... entre

Helpdesk- É aquele barulho igual da outra vez?

Dana- sim

Helpdesk- Não teve coragem de abrir?

Dana- Não, morde.rsrsrsrs

Helpdesk- Vou abrir então –

Helpdesk – uhmuhmuhmuhmuhm

Dana – O que?

Helpdesk – rsrxvhlodluelodjoho

Dana ???????????? que??

Helpdesk – urkodyrujfhnvbmiknbccfrd

Dana – uhmuhmuhmuhmuhm

Helpdesk- Prontinho!! Prontinho

Dana- E ai?

Helpedesk- Ah! Nada não!! Quando acontecer de novo, me liga.

Dana- Quanto é?

Helpdesk - $ 10,00

Dana – Aham?

Helpdesk – pela visita

Dana- Ah! Obrigada

Helpdesk- Não há de que...

Dana - ?????? cara de boba

Inscrições abertas para o Rumos Itaú Cultural 2010‏



Estão abertas as inscrições para quatro editais do programa Rumos Itaú Cultural 2010: Literatura, Pesquisa, Música e, pela primeira vez, Teatro.
O Rumos faz parte das ações permanentes da instituição desde 1997, como um programa de fomento à produção artística e intelectual do Norte ao Sul do país.
As inscrições, gratuitas e feitas exclusivamente pelo site, vão até 30 de junho, à exceção do Rumos Literatura, com prazo estendido até 31 de julho. Os interessados podem se inscrever em mais de um edital, desde que com projetos diferentes.
Durante o período de inscrição, haverá palestras, debates e oficinas em todas as capitais brasileiras. Para saber mais, conhecer os trabalhos selecionados nas edições anteriores e conferir a programação de eventos em todo o país, acesse: ww.itaucultural.org.br/rumos.
Site:

itaucultural.org.br/rumos

Dúvidas:

rumospesquisa@itaucultural.org.br
rumosmusica@itaucultural.org.br
rumosliteratura@itaucultural.org.br
rumosteatro@itaucultural.org.br

segunda-feira, 15 de março de 2010

Benzer uma cultura tradicional popular


No município onde moro, Guarda-Mor- MG, a benzição se faz presente e é procurada por aqueles que tem fé neste trabalho desenvolvido principalmente pelas pessoas mais antigas do lugar. Quando trabalhava na cultura desenvolvemos trabalhos referentes ao assunto e numa pesquisa de campo entrevistamos um ilustre cidadão que carinhosamente é chamado de Sr. Terto. Ele reza de quebrante, diarréia, vento caído, dor de cabeça e por ai vai. Usa galhinhos de ramo verde, palavras invocando Deus e Nossa Senhora e avisa "que quem não tem fé nem precisa procurar pela reza".Como forma de divulgar a cultura tradicional popular registro aqui neste blog as orações de benzição.

Tertulino Gomes da Cruz                                                                   
Data de nascimento- 27/04/1932

Benzer de quebrante ( Benzer de cobra-nome do dono da fazenda e nome da cobra)

• Todas as vezes em que for benzer alguém iniciar com as orações do Pai Nosso e Ave Maria

Benzer de Quebrante

À Nossa Mãe Maria Santíssima e a Nossa Mãe Maria Virgem pelas cinco chagas de Nosso Senhor Jesus Cristo.

Deus te fez, Deus te criou, Deus te batizou, Deus te crismou e Deus te consagrou.
Deus te salve cruz bendita, lá no céu ta escrita ( 3x)

Deus te salve casa santa lá no céu foi escrita (3x)

Deus e a Jesus que cure seus filhos e suas filhas (nome da pessoa)
Quero que Deus dá o poder de curar o mal ruim que está em (nome da pessoa)
Ar da noite, ar do dia, ar das estrelas, ar da lua, ar do sol, ar do dia, ar do tempo, ar das águas, ares preto, ares branco, ares amarelo.


Benzo ( nome da pessoa) de quebrante, mal olhado e vento virado.
Com dois eu lhe pus, com três eu lhe tiro, quando Deus pai, Deus Filho, Deus espírito Santo. Amém.

Nossa Senhora saiu para o mundo curando três mal, curando de feitiço, malefício, inveja, invição e olho ruim.
Com dois eu lhe pus, com três eu lhe tiro, com Deus Pai, Deus Filho, para sempre e Amém. Jesus

( Nome da pessoa) Em redor de _____________________ tem três conquista: São Pedro, São Paulo, São João Batista que defende do veneno, do feitiço, malefício, inveja, invição e olho ruim.
Com Deus eu lhe pus, com três eu lhe tiro, com Deus Pai, Deus Filho para sempre e Amém Jesus. (3x)

Benzer com três ramos: ( Ex: guiné, alecrim ou ramo verde)


Benzer de Cobreiro

Cobreiro bravo que corta?
Corta a cabeça, o meio e rabo.
Santa Iria perguntou a Santa Maria
Cobreiro bravo com que curaria

Com três palma do monte
Um Pai Nosso e uma Ave Maria ( 3x)

• Obs: Pega o ramo e circula ao redor do cobreiro falando as palavras (3x) para ele não aumentar e depois coloca o ramo para secar.


Oração para curar Dizipela ( benzer com um raminho)


Dizipela deu no tutano
Do tutano deu no osso
Do osso deu na carne
Da carne deu no sangue
Do sangue deu na pele
Da pele foi para as ondas do mar
Aonde não canta nem galo e nem galinha.


Oração para dor de cabeça de sol.

• Pano branco
• Garrafa branca com água (quando terminar de benzer jogar a água em água corrente)

Nossa Senhora saiu para o mundo
Sentou na pedra fria
Tirar sol e lua e sereno da cabeça de sua filha(o)
Pai Nosso, Ave Maria e oferece para Nossa Senhora do Desterro pra levar para as ondas do mar onde não canta nem galo e nem galinha.

domingo, 14 de março de 2010

Tombamento da Imagem de Santa Rita de Cássia

Tombamento e Restauração da Imagem Santa Rita de Cássia da Cidade de Guarda-Mor/MG

1- Quando se deu o Tombamento da Imagem de Santa Rita de Cássia?

R - Por meio do decreto 083/2006 em conformidade com a Lei Municipal nº 708/98 no dia 15/12/2006.
2- O que quer dizer tombamento?

R - Tombamento é uma forma de proteger um bem cultural sendo ele móvel ou imóvel. Ele não pode ser destruído, mutilado ou sofrer nenhuma intervenção sem prévia intervenção do Conselho Municipal do Patrimônio Histórico Cultural
3- O que é tombamento móvel ou imóvel?

R- No nosso caso móvel é o Tombamento do casarão que fica na Fazenda Conceição de propriedade do Sr. José Fialho e tombamento imóvel é a imagem de Santa Rita de Cássia

4- Há no município formado o Conselho Municipal de Patrimônio Histórico Cultural?

R – Sim. Por meio do decreto de instituição 030 de 29 de abril de 1998.

5- Qual a importância do Tombamento da Imagem de Santa Rita de Cássia para o município de Guarda-Mor?

R - A imagem de Santa Rita dos Impossíveis é um bem cultural de valor inestimável para o nosso município. Do ponto de vista histórico basta lembrar que a Padroeira Santa Rita dos Impossíveis cedeu seu nome a Igreja Matriz e a própria Paróquia local. Em termos religiosos, podemos certamente dizer que a Imagem é fiel depositária de uma grande devoção popular observada na participação e envolvimento dos moradores locais durante a festa da Padroeira realizada anualmente no me de julho.

6- Quem trouxe a imagem de Santa Rita para o município?

R - Segundo entrevista concedida pelo Sr. Ivaí Pereira de Oliveira, na primeira metade do século XIX chegaria em Guarda-Mor procedente de Santana dos Patos, o Capitão Pedro Pereira Guimarães, ardente devoto de Santa Rita. Ele trazia consigo a imagem de Santa Rita dos Impossíveis, esculpida em madeira e policromada. Mudando se com sua esposa para Guarda-Mor Capitão Pedro então decidiu construir uma Capela para a Imagem de Santa Rita dos Impossíveis.

7 -O que é restauração?

R - A restauração é feita por especialista. No nosso caso ela foi feita pela restauradora Elayne Granado Lara formada em belas Artes pela UFMG. A imagem começou a ser restaurada no dia 12 de março e terminou no dia 23 de março sendo realizado todo o trabalho de restauração dentro da Casa Paroquial.

7- Quem proporcionou essa restauração da Imagem de Santa Rita?

R - Quem proporcionou a restauração foi a administração 2005 a 2008 que tem como objetivo valorizar, preservar e conservar os bens culturais da comunidade a fim de que se preserve o patrimônio cultural e reforce ao mesmo tempo os sentimentos de identidade cultural do nosso povo da nossa gente. Preservar para esta administração significa recurso e qualidade de vida.
8- O que vem a ser ICMS Cultural ?

R- EM 1995, UMA LEI VEIO AJUDAR OS MUNICÍPIOS A PRESERVAR O

PATRIMÔNIO...

Única em todo o país, a Lei n.º 13803 repassa recursos para os

municípios que preservam a sua memória e sua produção cultural. Ou seja: o município que possui lei de proteção, que possui um conselho municipal do patrimônio, que protege os bens culturais através do tombamento, que inventaria esse bens, que restaura e cuida recebe mais recursos para poder melhorar cada vez mais a sua qualidade de vida resguardando sua história , sua cultura e sua auto-estima.

Quando começamos este trabalho em 2005 a pontuação do ICMS Cultural do nosso município era de 0,6 pontos. Hoje diante de todo o trabalho e dedicação a pontuação do município é de 4,8 pontos maiores que muitos municípios mineiros históricos no Noroeste Mineiro, por exemplo, Paracatu considerada a maior cidade histórica do noroeste mineiro com 4,7 pontos e a cidade de Vazante com 2,85 pontos.

Todas essas confirmações estão no site do IEPHA – www.iepha.mg.gov.br

Reportagem – ano de 2008

Por: Rosângela Bianchi

Valeu a pena



Dedico esta música a minha filha Renata Bianchi pela formatura em
Enfermagem (Faculdade Anhanguera- Bauru-SP). Parabéns filha, valeu a pena...Continue sempre assim essa menina mulher forte, lutadora, sensível, meiga e acima de tudo grande profissional.

Pescador De Ilusões


O Rappa

Composição: O Rappa

Se meus joelhos

Não doessem mais

Diante de um bom motivo

Que me traga fé

Que me traga fé...



Se por alguns

Segundos eu observar

E só observar

A isca e o anzol

A isca e o anzol

A isca e o anzol

A isca e o anzol...



Ainda assim estarei

Pronto pra comemorar

Se eu me tornar

Menos faminto

E curioso

Curioso...



O mar escuro

Trará o medo

Lado a lado

Com os corais

Mais coloridos...

Valeu a pena

Êh! Êh!

Valeu a pena

Êh! Êh!

Sou pescador de ilusões

Sou pescador de ilusões...(2x)

Se eu ousar catar

Na superfície

De qualquer manhã

As palavras

De um livro

Sem final! Sem final!

Sem final! Sem final!

Final...

Valeu a pena

Êh! Êh!

Valeu a pena

Êh! Êh!

Sou pescador de ilusões

Sou pescador de ilusões...(2x)


Se eu ousar catar

Na superfície

De qualquer manhã

As palavras

De um livro

Sem final! Sem final!

Sem final! Sem final!

Final...


Valeu a pena

Êh! Êh!

Valeu a pena

Êh! Êh!

Sou pescador de ilusões...


Valeu a pena

Êh! Êh!

Valeu a pena

Êh! Êh!

Sou pescador de ilusões

Sou pescador de ilusões...

Valeu a pena

Valeu a pena

Sou pescador de ilusões

Valeu a pena

Valeu a pena

Sou pescador de ilusões

Sou pescador de ilusões

Valeu a pena!...

Música - To ligada

To ligada

Ei você meu cumpadre
Ei você minha cumadre
Acessa ai o meu blog
A arte de educar
Tô ligada...
Tô conectada
Tô na net
Que não é chiclete!!!
Mais prega que nem manchete!!!

Rosângela Bianchi                                                                                           
Artes teatro
Polo Paracatu/Unimontes

O que vem mais por ai?

Navegando nas ondas da net, criando blog, Orkut, MSN, e-mails, facebook, twitter, ufa... O que vem mais por ai? Serão esses os melhores meios de comunicação? Lembro-me com saudades dos tempos em que sentávamos na calçada para conversar com o vizinho e ia chegando outro e outro vizinho e as conversas iam longe. Quando pequena mamãe arrumava os nossos cabelos com Maria chiquinha, meia de bolinha dependurada e íamos na casa da vó Dolores, mãe do meu pai, passar o domingo, ouvir histórias contadas ao pé do fogão a lenha, com ares de mistério. Ali ficávamos até de tardezinha e nem víamos o tempo passar. Ao anoitecer meu pai colocava minhas irmãs menores no cano da bicicleta, no banquinho de trás e vinha empurrando com mamãe segurando nossas mãozinhas. Éramos felizes, conversávamos olhando nos olhos uns dos outros, ouvíamos a voz um do outro, sentíamos o cheiro e o calor humano um do outro.. Hoje já não temos tempo... tudo é muito rápido e exige de nós essa distância diante de uma tela de computador. Não podemos ver a expressão do olhar, perceber a emoção da voz e tão pouco sentir o calor humano do outro. Mas decididamente Orkut,e-mails,twitter,facebook, blog não dirão o que tenho que fazer e sim EU direi COMO,QUANDO irei fazer.Simplesmente e decididamente sou dona da minha vida.

O grupo de Arte teatro da UNIMONTES- Polo de Paracatu-MG é um pessoal pra lá de animado.É gente que faz acontecer e ama a realidade que constrói, portanto nada deterá o vôo dos participantes deste grupo.

sábado, 13 de março de 2010

"A arte de educar"

Acredito que educar no mundo de hoje com toda a tecnologia que nos rodeia é uma aventura tanto para pais como para nós educadores. De antena ligada pais e educadores devem estar a todo momento pois a criança de hoje usa a tecnologia com uma habilidade surpreendentemente fora do comum deixando nós adultos com cara de quem não sabe de nada.